ESTÁGIO ENSINO MÉDIO / CAMPINAS / SP / 1 VAGA(S)

  12 / 07     10:35 ( 1718563 )

Fox RH está com 1 vaga(s) em aberto para CAMPINAS / SP.

Responsabilidades: Auxiliar no atendimento ao cliente, atendimento telefônico, organização e reposição de mercadorias da loja, auxiliar no suporte aos vendedores quando necessário.Horário de estágio: De segunda a sábado dás 09h00 às 14h30 , com meia hora de intervalo para descanso e refeição

Requisitos: Residir em CAMPINAS ,Ter fácil acesso a BARÃO GERALDO; Cursando ENSINO MÉDIO período NOTURNO; Ter 16 anos completos ou mais, boa vontade em aprender, proativo(a) , ser simpático(a) e comunicativo(a).

Salário: R$ 500,00

Benefícios: Auxilio transporte, recesso remunerado, seguro contra acidentes e vale refeição de R$ 152,00/ mês.

ATENÇÃO: Nunca pague nenhum valor para participar de um processo seletivo. Não compre cursos, apostilas ou serviços que prometam participação em seleção ou contratação para uma vaga. E jamais informe dados bancários, de cartão ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não conheça.

Observações: **NECESSÁRIO INFORMAR A SÉRIE E PERÍODO QUE ESTÁ CURSANDO O ENSINO MÉDIO. ** **Enviar currículo anexo ou no corpo do e-mail, NÃO COMPARTILHAR LINKS*** **A FOX RH não autoriza a divulgação dessa vaga em sites/páginas/redes sociais que não sejam o Emprega Campinas**

Os interessados deverão encaminhar o currículo aos cuidados de RH para o e-mail rh@foxrh.com.br com a sigla ESBR12 no campo assunto até o dia 14/07/2019.

Vaga disponibilizada sob responsabilidade do anunciante, exclusivamente para publicação por meio do site e redes sociais do Empregas Campinas. Proibida a reprodução em outros sites, redes sociais e/ou meio de comunicação, salvo por aqueles prévia e expressamente autorizados pelo Emprega Campinas.

AVISO

O Emprega Campinas não autoriza o uso das informações disponibilizadas em seu site por terceiros. As informações compõe o acervo da empresa, que é protegido por lei.

Site monitorado por Barini De Santis Sociedade de Advogados.

Denunciar abuso